Pedro Ivo de Oliveira Gomes – Advogado

Gente, tudo bem?

Venho aqui fazer um testemunho da importância da oratória na vida profissional.

Para quem não me convence, sou advogado iniciante e Hoje fiz uma audiência de instrução na Justiça do trabalho. Para aqueles não versados no direito, está é a segunda audiência onde se colhem as provas e da onde o juiz vai ter base pra dar a sentença. Ou seja, émuito importante, e apesar de ru já ter feito outras de conciliação e mesmo de instrução, foi a minha primeira de peso com muito conteúdo.

Sendo meio ansioso e tímido do jeito que sou, fiquei nervoso antes mesmo da audiência e mesmo no começo. Lembrei de todas as técnicas que fomos aprendendo: respiração, alongamentos, exercícios vocais. Fala cadenciada e dominar o assunto que vai falar.

Começando a audiência senti a descarga de adrenalina. Meu corpo ficou inquieto, medo da fala ficar falha, mas fui buscando respirar e controlar a tensão. A advogada da outra parte ofereceu acordo, fora da realidade. Seguiu pra inquirição testemunhal, fiz todas as perguntas e informações falando bem calmamente e gesticulando.

Resultado: o juiz já deu a entender a condenação em horas extras, ausência de intervalo para almoço e ainda consegui reversão do adicional insalubridade do grau médio pro grau mínimo provando que o reclamante média com agentes biológicos, onde utiliza-de critério qualitativo e não quantitativo.

Agradeço o Jorge e todo mundo pelas experiência adquirido, pela confiança desde daquele exercício de jogar o corpo. A audiência é um palco, eu estava de frente com advogados e prepostos de outras três empresas mais pessoas assistindo. Então é muita energia circulando e acho que em outras situações eu teria tido pânico Rsrs

Valeu gente!